Skip to main content

Tornar a arquitetura de interiores ainda mais comprometida com o meio ambiente e com o bem-estar do consumidor foi o desafio de A Pérola dos Tapetes e Tapetes São Carlos para desenvolver o Zyklus, o carpete sustentável.

Com foco no mercado corporativo, escritórios, agências bancárias, shoppings, hotéis e outros; o Zyklus é o primeiro carpete em placa efetivamente reciclável ao final de sua vida útil, além disso é produzido a partir de matérias-primas pós-consumo.

Com uma grande variedade de padrões e cores, carpetes são extremamente práticos, tanto para instalação quanto para sua manutenção e substituição. Nas versões tratadas contra ácaros, fungos e vírus, inclusive o Coronavírus, trazem um efetivo diferencial de salubridade ao consumidor.

Mais do que um produto inovador, o carpete ambientalmente correto busca também conscientizar empresas e consumidores para as inúmeras possibilidades da economia circular.

Impactos ambientais do carpete

Carpete é o revestimento ideal para ambientes internos, pois oferece conforto acústico e térmico para os locais onde as pessoas passam boa parte do dia, escritórios, salas de reuniões, lojas de varejo, recepções, coworking, entre outros.

Além disso, o carpete é o revestimento de piso que mais contribui para a qualidade do ar nos ambientes internos, reduzindo significativamente a quantidade de partículas de poeira em suspensão, principal causa das irritações do trato respiratório.

Tradicionalmente, os carpetes são produzidos com fios sintéticos, como poliéster, nylon ou polipropileno e quando fabricados no formato placa geralmente utilizam bases de PVC ou betume. Todos derivados do petróleo e altamente poluentes quando descartados diretamente na natureza.

O descarte e manipulação incorretos desses produtos, com o passar dos anos, causa danos à fauna, flora e ainda prejudicar a saúde humana. Fios de nylon por exemplo resistem por sessenta anos num aterro sanitário, pvc pode resistir por mais de quatro séculos.

Sem o tratamento adequado esses materiais ainda se transformam em micropartículas de plástico poluindo, seguidamente por décadas, podendo chegar aos lençóis freáticos

Tudo se renova

Como nos ensina a Lei de Lavoisier “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Atualmente, isso significa que as soluções podem ser encontradas para mitigar os impactos ambientais e, com isso, proporcionar bem-estar para a sociedade e preservar o meio ambiente.

Com esse propósito as empresas A Pérola dos Tapetes e a Tapetes São Carlos, se uniram para desenvolver o primeiro projeto de reciclagem, efetivamente um ciclo do carpete.

Assim, surgiu um novo produto tendo como matérias-primas as fibras de polipropileno reciclável e principalmente a superfície do carpete com fios de poliéster pós-consumo de embalagens PET (Polietileno Tereftalato), as placas do carpete sustentável Zyklus.

Desta forma, antes considerada vilã ambiental, a embalagem PET volta ao processo fabril como importante insumo, onde são utilizados três quilos de PET reciclado para a produção de um metro quadrado do carpete em placas.

O PET é um plástico reciclável da categoria “1”, ou seja, tem alta taxa de reciclabilidade e não perde suas características ao retornar ao processo produtivo, podendo ser transformado em novas garrafas, embalagens, sacos ou fibra de poliéster para sacos diversos, fibras de carpete, lã, corda, travesseiros etc.

Compromisso com a saúde

Um estudo inédito encomendado pela A Pérola dos Tapetes e a Tapetes São Carlos, foi realizada pela Quasar Bio Apoio à Saúde Ltda.

Utilizando o laboratório do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo – USP, a Quasar analisou amostras do carpete sustent Zyklus como agente de inativação do SARS-CoV-2, vírus responsável pela pandemia do Covid-19.

Baseado nas recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA e nas metodologias da norma ISSO 18184 – Determinação de atividade antiviral de produtos têxteis; foram utilizadas três tipos de amostra.

O resultado obtido de inativação viral alcançou 99,99%, sendo considerado eficaz para a redução de partículas virais em até 30 minutos a partir do contato do produto com o vírus.

Deixe uma resposta

Open chat